A quiropraxia é aplicada com foco no reestabelecimento do fluxo normal de informações neurológicas, liberando ou normalizando os movimentos de articulações com restrições.

As articulações são áreas estreitadas, com diversos tecidos rijos, e estão sujeitas a constante movimentação. Por isso, são regiões consideradas críticas para interferências na comunicação entre sinais nervosos.

Através da palpação estática e dinâmica, percebemos alterações térmicas, espasmos musculares, massas, edemas, assimetrias estáticas e de mobilidade, pontos e regiões dolorosas, identificando assim as subluxações.

Devido a sua incompleta adaptação à posição ereta, o organismo humano é particularmente predisposto a problemas articulares, em particular nas articulações vertebrais da coluna e na região da pélve. E sses problemas articulares constituem as subluxações, que associam:

  • Sensibilidade da pele, músculos e tecidos conjuntivos.
  • Modificações no comportamento muscular, deixando-os mais rígidos e contraídos.
  • Alteração das funções viscerais.
  • Dor local ou irradiada.
  • Restrição de mobilidade articular.

Quando acontece um movimento muito brusco entre as vértebras, como numa queda ou em uma torção, cria-se ali um ciclo vicioso de tensão e excitação nervosa, restringindo o movimento daquela articulação.